Quanto vale o show? Sub-20 pega a Colômbia no embalo de Neymar

21/01/2011 09:36
Neymar entrevista exclusivaNeymar é só alegria na concentração da sub-20
(Foto: Márcio Iannacca / Globoesporte.com)

Para ver um galáctico do Real Madrid ou o Barcelona do melhor do mundo Lionel Messi, o torcedor precisa desembolsar entre R$ 76 e R$ 140. O Santos pede no mínimo R$ 20 em seus bilhetes na Vila Belmiro. No Peru, nunca foi tão fácil ver um craque. Nesta quinta-feira, às 21h10m (0h10m, de Brasília), os moradores de Tacna que quiserem presenciar mais um espetáculo com a presença de Neymar, que atua no Peixe, precisam gastar apenas R$ 6. É isso mesmo. É o valor mais barato para o confronto entre a Seleção Brasileira sub-20 e a Colômbia, pela segunda rodada do Grupo B do Sul-Americano da categoria, que dá duas vagas para as Olimpíadas de Londres, em 2012, e quatro para o Mundial, em julho na Colômbia. Acompanhe a partida ao vivo pelo Sportv.

Os R$ 6 para ver Neymar em Tacna não passam nem perto dos cerca de R$ 30 que os rubro-negros terão que desembolsar para ver Ronaldinho Gaúcho, recém-contratado pelo Flamengo, durante todo o Campeonato Estadual. Outro dado que impressiona são os valores dos ingressos cobrados pelo Chelsea, clube que por pouco não contratou o atacante do Santos na temporada passada. Os torcedores dos Blues pagam R$ 235.

Ney Franco comentou a diferença de preços para ver as principais estrelas do futebol mundial. Na opinião do comandante, a questão econômica dos países é que faz a diferença no momento de assinalar o preço das mercadorias. Porém, o treinador não deixou de brincar e deu um conselho para quem tem uma boa condição financeira em Tacna.

- Os torcedores não podem deixar de ir aos jogos. E digo mais: após o último jogo, se eu fosse o torcedor iria à bilheteria e compraria mais dois ingressos - afirmou o treinador, referindo-se ao show dado por Neymar, que marcou quatro gols na estreia da sub-20 do Sul-Americano.